Revista da Imprensa Estrangeira: 01.04.2015

Revista da Imprensa Estrangeira: 01.04.2015

Reuters: “Obama e Erdogan falaram ao telefone”

Os dois presidentes alinharam posições relativamente aos desenvolvimentos recentes no Médio Oriente, incluindo a situação no Iémen.

Foram também discutidas formas de colaboração no combate ao Estado Islâmico, e a criação de uma força especial composta por membros da oposição moderada síria.


ANSAmed (Itália): “Bruxelas vai perder se a Turquia não fizer parte da União Europeia"

A declaração foi feita em Roma por Volkan Bozkir, o ministro turco dos assuntos europeus e negociador-chefe do processo de adesão da Turquia à União Europeia.

Bozkir lembrou que os contatos para a entrada da Turquia no espaço europeu já começaram há 50 anos, e salientou que “Ancara tem sido paciente e tolerante até agora”.

O ministro turco, salientou também que muitos dos obstáculos à adesão já foram removidos devido ao esforço da Turquia, mas que permanecem muitas situações por resolver levantadas pela Europa.


Nudem (Dinamarca): “Os judeus fazem parte da Turquia”

Durante a inauguração de uma sinagoga em Edirne na Turquia, o vice-primeiro ministro turco Bulent Arinç disse que apesar dos problemas na relação com Israel, os judeus são elementos inseparáveis da Turquia. Arinç disse também que a requalificação da sinagoga de Edirne é motivo de orgulho para o AKP - o partido no poder na Turquia.

Arinç convidou ainda os judeus a viver na Turquia, dizendo “se quiserem viver na Turquia, fiquem a saber que 78 milhões de pessoas vos vão receber de braços abertos”.


Defense News (EUA): “Empresa turca de defesa assina contrato de 190 milhões de euros com o estado turco”

A nova geração de tanques Altay do exército turco, contará com os motores produzidos internamente na Turquia por uma empresa privada.

O contrato de fornecimento dos motores está orçado em 190 milhões de euros, e é válido por 54 meses.


Washington Post (EUA): “Derinkuyu é a mais espetacular cidade subterrânea da Capadócia”

A espetacularidade de Derinkuyu poderá em breve ser ofuscada pela descoberta de mais uma cidade subterrânea, encontrada de forma acidental.

Uma reportagem da National Geographic dá conta de uma descoberta feita por geofísicos da Universidade de Nevsehir, que encontraram uma cidade subterrânea escavada a 110 metros de profundidade, com uma área aproximada de 200 hectares.

Estima-se que esta nova cidade recentemente descoberta, pudesse albergar cerca de 20.000 pessoas. Esta cidade é considerada um tesouro arqueológico.


Etiquetas:

Notícias relacionadas