A Venezuela simpatiza com o governo iraniano diante dos protestos violentos

Desde quinta-feira passada, o Irã enfrenta protestos contra o governo que começaram com o aumento dos preços e a corrupção.

A Venezuela simpatiza com o governo iraniano diante dos protestos violentos

O presidente venezuelano, Nicolás Maduro, manifestou quarta-feira sua rejeição ás "manifestações violentas" que ocorreram no Irã, que ele disse que "foram criados do exterior, para desestabilizar a paz interna" nesse país e manifestou sua solidariedade com o governo iraniano.

"O Presidente da República Bolivariana da Venezuela, Nicolás Maduro Moros, em nome do povo e do Governo bolivarianos, expressa sua mais profunda solidariedade com o Povo e o Governo da República Islâmica do Irã, diante das violentas manifestações que ocorreram nesse país. país ", dizia a declaração do Ministério das Relações Exteriores.

Desde quinta-feira passada, o Irã enfrenta protestos contra o governo que começaram com o aumento dos preços e a corrupção.

Os protestos que foram vistos em várias cidades do país, deixaram pelo menos 20 mortos e mais de mil manifestantes foram presos.

 

Fonte: EFE



Notícias relacionadas