Coreia do Norte destaca a "amizade invencível" com Cuba na visita de Diaz-Canel

"É um evento histórico que demonstra de forma poderosa a amizade invencível entre os dois países"

Coreia do Norte destaca a "amizade invencível" com Cuba na visita de Diaz-Canel

SEUL, 04 de novembro (EFE) .- A mídia norte-coreana destacou hoje a "amizade invencível" e "unidade" do país asiático com Cuba, por ocasião da visita do presidente de Cuba, Miguel Díaz-Canel, que realizará ao país.

O principal jornal norte-coreano, Rodong Sinmun, ecoa a primeira viagem a Pyongyang do líder cubano, em editorial acompanhado de uma biografia de Diaz-Canel e fotografias.

"Este é um evento histórico que prova a tão forte amizade invencível entre os dois países, e a camaradagem de dois povos que estão avançando ombro a ombro em sua luta conjunta contra a política agressiva do imperialismo, e que lutam pela paz e para a vitória da causa socialista ", diz o editorial do jornal oficial do Partido dos Trabalhadores do Norte da África.

"O Partido (norte-coreano) tem como política estabelecida promover as relações tradicionais de cooperação e amizade com o povo cubano, que se consolidaram ao longo de séculos e gerações, como exige esta nova era", acrescenta o texto, também levantado pela agência norte-coreana KCNA.

O Rodong Sinmun também observa que, sob a orientação de Diaz-Canel e Raul Castro, o povo cubano "coloca mais alta a bandeira da independência anti-imperialista e do socialismo, contra as duras sanções e pressão dos imperialistas".

O presidente cubano visita Pyonyang no âmbito de uma turnê internacional que ocorre do último dia 1 até 12 de novembro, e também inclui viagens à Rússia, China, Vietnã e Laos.

A Coreia do Norte e Cuba mantém relações boas e próximas desde que entraram em relações diplomáticas pela primeira vez em 1960.

Durante sua visita, Diaz-Canel discutirá com seus interlocutores os principais temas das respectivas agendas bilaterais e analisará temas internacionais de interesse comum, segundo o Ministério das Relações Exteriores de Cuba. EFE



Notícias relacionadas