Pró-governamentais e a oposição voltam às ruas na Venezuela

Os seguidores do presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, vão se concentrar no centro histórico da cidade de Caracas para expressar sua rejeição à ameaça de intervenção militar

Pró-governamentais e a oposição voltam às ruas na Venezuela

Os defensores do governo e dos opositores na Venezuela retornarão às ruas hoje, terça-feira, em meio à mais severa crise política de sua história.

Os seguidores do presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, estarão concentrados no centro histórico da cidade de Caracas para expressar sua rejeição à ameaça de resoluções militares de intervenção e sanção.

O evento, organizado na Praça de Bolívar pelo Partido Socialista Unido da Venezuela, contará com a participação do líder venezuelano.

Enquanto isso, os defensores do autoproclamado "presidente interino", Juan Guaidó, que comandava a Assembleia Nacional, retornarão às ruas para exigir a entrada da ajuda humanitária aglomerada pelos EUA na Colômbia, no Brasil e em uma ilha caribenha.

O ato público será realizado no bairro de Caracas, em Las Mercedes.

Juan Guaidó falou ontem através de sua conta no Twitter: "Vamos dar uma mensagem clara para a FAN: junte-se à luta dos venezuelanos e permita o acesso a alimentos e remédios que nosso povo precisa".



Notícias relacionadas