Cuba desenvolve projeto de energia renovável com a EU

O objetivo é atingir as populações que estão fora do sistema elétrico nacional e atualmente recebem um serviço limitado por meio de geradores

Cuba desenvolve projeto de energia renovável com a EU

Havana (EFE) .- Um projeto de fontes de energia renováveis (FER) para 18 comunidades rurais desenvolvidas em Cuba com a colaboração da União Europeia (UE) vai fornecer financiamento no valor de 20 milhões de dólares, informou a mídia estatal da ilha.

O projeto, que começará pela província central de Sancti Spiritus, terá R $ 7 milhões e participação do Centro de Estudos de Energia e Processos Industriais da Universidade José Martí, proposto pelo Ministério de Minas e Energia como seu executor nacional.

Os trabalhos iniciais se destinaram aos locais de Alazanes, Yagua, Manacal de Línea, Quatro Veredas e Fomento, a fim de ter o serviço de eletricidade adequado 24 horas por dia, disse o vice-diretor do projeto, Julio Pedraza, citado pela agência estatal Imprensa Latina.

O objetivo é atingir as populações que estão fora do sistema elétrico nacional e atualmente recebem um serviço limitado por meio de geradores, explicou o gerente.

Também indicou que o tipo de energia a ser aplicada que poderia ser "solar fotovoltaica, térmica, eólica ou de biogás" ainda está em estudo.

Cuba e a UE estreitaram a sua cooperação em matéria de energia renovável em maio passado, quando a alta representante do bloco europeu, Federica Mogherini, e o chanceler da ilha, Bruno Rodriguez, assinaram em Bruxelas um programa de apoio a nação caribenha para alcançar seu objetivo de obter 24% de sua eletricidade a partir de fontes renováveis de energia.

O governo cubano está empenhado em energias renováveis com o objectivo de que em 2030 essas fontes injetem 2.334 megawatts à rede nacional de unidades de biogás industriais, usinas de energia bioelétrica, painéis solares fotovoltaicos, parques eólicos e pequenas centrais hidrelétricas. EFE



Notícias relacionadas