Cientista turca faz estudos na Antártida para compreender Marte

Os materiais recolhidos no continente mais frio da Terra poderão dar pistas sobre as condições na superfície do planeta vermelho.

Cientista turca faz estudos na Antártida para compreender Marte

Segundo a cientista turca Yagmur Gunes, que faz parte da expedição científica da Turquia na Antártida, os materiais gelados nas zonas mais reconditas do continente poderão melhorar o nosso conhecimento da paisagem marciana.

“As amostras recolhidas serão sujeitas a uma análise química no Laboratório de Geomicrobiologia de Engenharia Geológica da UIT, onde poderão ser obtidos dados mais detalhados” – indicou Gunes à Agência Anadolu.

Gunes e o coordenador do projeto, o professor Nurgul Çelik Balci, estão focados em encontrarem minerais com características geoquímicas semelhantes às que existem no planeta Marte.

Gunes disse que os estudos recentes levados a cabo por robôs em Marte indicam a existência de “materiais evaporados”, pelo que é muito importante encontrar materiais semelhantes também na Terra:

“Este estudo envolve geologia, geoquímica, biologia e ciências do clima, e tem como objetivo compreender as condições geoquímicas em Marte e dar informações sobre o aparecimento de vestígios biológicos nos materiais formados nestas condições” – afirmou Gunes.

O projeto de expedição científica turca na Antártida conta com o apoio da Presidência da Turquia, do Ministério da Indústria e Tecnolofia e do Centro de Investigação Polar da Universidade Técnica de Istambul (UIT), para além de outras universidades turcas. A equipa enviada para a Antártida vai realizar uma bateria de estudos científicos ao longo dos próximos 30 dias, e para além dos cientistas conta também com a presença de 3 jornalistas da Agência Anadolu.

O Centro de Investigação Polar da Turquia na Antártdia foi criado em 2 015, com o objetivo de realizar investigações e elevar o perfil da Turquia na comunidade científica internacional.



Notícias relacionadas