Abriu a primeira sucursal do Instituto Yunus Emre na África do Sul

Na inauguração do Instituto Yunus Emre em Joanesburgo, marcaram presença o ministro turco da Educação Nacional, Ismet Yilmaz, e também o presidente da instituição, o professor Seref Ates.

Abriu a primeira sucursal do Instituto Yunus Emre na África do Sul

O Instituto Yunus Emre continua a levar a todo o mundo o património cultural da Anatólia, abrindo mais uma delegação na África do Sul.

A inauguração da representação sul-africana contou com as presenças do ministro turco da Educação Nacional, Ismet Yilmaz, e também o presidente da instituição, o professor Seref Ates. Os trabalhos de instalação começaram em 2 013, tendo as primeiras atividades acontecido em 2 016.

O instituto irá apresentar a cultura e a língua turca na África do Sul, com as suas instalações num edifício histórico em Houghton, uma das zonas mais prestigiadas de Joanesburgo.

Durante o seu discurso na inauguração das novas instalações, o ministro da Educação Nacional destacou a importância da apresentação da cultura turca. Yilmaz afirmou que “vamos apresentar a Turquia e o Instituto Yunus Emre é um desses elementos. Graças aos trabalhos da Turquia, África terá amanhã mais paz do que ontem”.

O instituto organizou este verão cursos de turco, que contaram com a presença de 49 estudantes.



Notícias relacionadas