Os partidários do grupo terrorista convertem Strasbourg em um campo de batalha

Os apoiantes do grupo terrorista separatista PKK atacaram os edifícios do Conselho da Europa e do Tribunal Europeu dos Direitos Humanos

Os partidários do grupo terrorista convertem Strasbourg em um campo de batalha

Os partidários do grupo terrorista separatista PKK, que realizou uma manifestação na cidade francesa de Estrasburgo, atacaram os edifícios do Conselho da Europa e do Tribunal Europeu dos Direitos Humanos (TEDH).

A polícia interveio com cassetetes e gás lacrimogêneo contra os partidários do terrorismo que tentavam entrar nos edifícios com força.

Os 14 apoiantes do terrorismo que feriram 7 gendarmes foram presos.

Os apoiantes do grupo separatista que realizou uma manifestação em frente ao Conselho da Europa, com vista a protestar contra as condições de prisão do líder terrorista Abdullah Öcalan.

Um grupo marchou em direção aos prédios do Conselho da Europa e do Tribunal Europeu dos Direitos Humanos, e atacou com pedras e varas a polícia durante a manifestação em que as forças de segurança fecharam o tráfego para a avenida onde esses dois edifícios estão localizados.

Os defensores do terrorismo, que viajaram para Estrasburgo a partir da Alemanha, Suíça e outros países vizinhos, juntamente com a França, duas vezes ultrapassaram o cordão policial, e tentaram entrar nos edifícios do Conselho da Europa, TEDH e instituições internacionais nas proximidades, também danificaram esses edifícios e o meio ambiente.

A Segurança de Estrasburgo anunciou que 7 gendarmes foram feridos pelas pedras e objetos perigosos lançados pelos manifestantes.

A avenida da Europa permaneceu fechada ao tráfego por cerca de uma hora e os transportes de bondes e ônibus foram cancelados devido aos partidários do terrorismo que transformaram as ruas da cidade em um campo de batalha.



Notícias relacionadas