São esclarecidos os detalhes sobre o assassinato de Ali Abdullah Saleh

Os houthis pararam o comboio de Saleh enquanto ele viajaba para a sua terra natal, Sanhan, a cerca de 40 quilômetros a oeste de Sanaa, e mataram Saleh com um tiro na cabeça

São esclarecidos os detalhes sobre o assassinato de Ali Abdullah Saleh

Os detalhes do assassinato do ex-presidente do Iêmen Ali Abdullah Saleh pelos houthis foram esclarecidos.

Os ativistas anunciaram que as milícias Houthis, pararam o comboio de Saleh enquanto viajava para sua terra natal, Sanhan, mataram o ex-presidente Saleh com pelo menos 30 tiros.

Um líder do Congresso Geral do Povo, liderado por Saleh, confirmou ontem que o ex-presidente Saleh foi morto pelos houthis.

Os houthis, entraram na casa de Saleh na parte da manhã, explodiram os explosivos colocados na casa depois de retirarem todas as armas na casa.

Os houthis então pararam o comboio de Saleh enquanto ele viajava para a sua patria Sanhan, a 40 quilômetros a oeste de Sanaa e mataram Saleh com uma bala na cabeça.

O ex-presidente do Iêmen, Ali Abdullah Saleh, que foi derrubado e mudou-se para a Arábia Saudita depois de sua residência ser explodida durante as rebeliões árabes, depois de governar o Iêmen de 1978 a 2012, chamou sua tática de mudar de lado como "dançar nas cabeças das serpentes".

Saleh, que foi aliado dos xiitas houthis, que assumiram o poder de março de 2015, por três anos, mas concordou com a Arábia Saudita, inimiga dos houthis, foi morto pelos houthis.



Notícias relacionadas