Soldados israelenses matam duas crianças palestinas

Soldados israelenses dispararam em dois meninos em Gaza e na Cisjordânia

Soldados israelenses matam duas crianças palestinas

Soldados israelenses martirizaram 2 crianças palestinas e feriram outros 3 na fronteira de Gaza e Cisjordânia sob ocupação.

O porta-voz do Ministério da Saúde palestino em Gaza, Ashraf al-Kudra, disse que, na fronteira leste do Campo de Refugiados de Al-Beric, uma manifestação foi organizada para protestar contra o reconhecimento dos EUA como "capital israelita" de Jerusalém e que uma criança palestina, Emir Abdulhamid Ebu Musaid, 16 anos, foi baleada e torturada em seu peito por soldados israelenses.

Durante os mesmos incidentes, outros 3 palestinos foram feridos, entre os quais também há alguns feridos graves, disse ele.

O Ministério da Saúde palestino apresentou uma declaração escrita indicando que outra criança palestina foi martirizada na intervenção de soldados israelenses na aldeia Iral Burin, na cidade de Nablus, no norte da Cisjordânia.

Nasr Kaynu, o primo do mártir Ali Amr Kaynu (16 anos) comentou que seu primo foi morto por soldados israelenses na entrada da aldeia.

Acrescentou que ele se tornou um mártir no hospital em Nablus, onde foi transferido em um carro particular.



Notícias relacionadas