Mattis explica como continuará a presença militar dos EUA na Síria

O Secretário de Defesa apareceu ante da imprensa detalhando a rota do Pentágono

Mattis explica como continuará a presença militar dos EUA na Síria

O secretário de Defesa dos EUA, Jim Mattis, disse que não vai deixar a Síria sem os resultados do processo de Genebra.

Mattis reuniu-se com jornalistas no escritório de imprensa do Pentágono.

Ele explicou que o grupo terrorista se dirige para o colapso após a queda de Al-Raqqa, que foi anunciada como a "capital do califado" do grupo. E este é o caso, Mattis respondeu as questões de se os EUA continuarão sua presença militar na Síria, mesmo após o DAESH. Mattis disse que esse processo estará vinculado ao de Genebra e que um novo roteiro será determinado no âmbito das negociações.

"O ponto que aspiramos ao futuro e ao acordo político significa o processo de Genebra que continua sob a coordenação da ONU. Nosso objetivo atual é continuar as operações até que o DAESH seja destruído como um califado e para manter nossa posição para que ele não reaparece até que uma solução diplomática seja alcançada em Genebra. Ou seja, não vamos abandonar a a Síria até o processo de Genebra ser alcançado. "



Notícias relacionadas