Papa Francisco está "profundamente preocupado" com Jerusalém

O Papa pede respeito do "status quo" de Jerusalém.

Papa Francisco está "profundamente preocupado" com Jerusalém

O líder religioso dos católicos e o presidente do Estado do Vaticano, o Papa Francisco, afirmou que sente uma profunda preocupação com o reconhecimento de Jerusalém como a capital israelita pelos Estados Unidos.

O Papa assistiu à sessão de recepções gerais realizadas todas as quartas-feiras na sala Paulus Sexto do Vaticano e se referiu especialmente aos EUA em Jerusalém.

"Agora eu dou a minha opinião sobre Jerusalém. Eu não posso ficar em silêncio sobre a profunda preocupação que sinto sobre a situação que surgiu recentemente", disse ele, pedindo o respeito do "status quo" da cidade, de acordo com a decisão da ONU.

Indicou que Jerusalém é uma cidade única, sagrada tanto para judeus, cristãos e muçulmanos. Venera os lugares sagrados dessas três religiões e tem uma vocação especial para a paz.

"Peço a Deus que essa identidade seja preservada e reforçada em benefício da Terra Santa, do Oriente Médio e do mundo inteiro, e que a prudência prevalece e que novos elementos de tensão não sejam adicionados a um panorama mundial já marcado por tantos conflitos cruéis."

Enquanto isso, o porta-voz do Vaticano, Greg Burke, apresentou uma declaração à agência italiana da ANSA dizendo que o Papa Francisco conversou por telefone com o presidente palestino, Mahmoud Abbas, pela manhã, mediante solicitação.


Etiquetas: Papa Francisco

Notícias relacionadas