Kremlin: “a operação na Síria não afasta a Turquia e a Rússia”

A Rússia desmentiu as palavras de Macron sobre uma separação entre a Turquia e a Rússia.

Kremlin: “a operação na Síria não afasta a Turquia e a Rússia”

A Rússia desmentiu as palavras do presidente francês, Emmanuel Macron, e deixou claro que a operação realizada na Síria pelos Estados Unidos, França e Grâ-Bretanha não separou a Turquia e a Rússia.

O Kremlin respondeu desta forma às afirmações de Macron, que havia dito que a operação conjunta dos 3 países na Síria, contra o regime de Assad, tinha separado a Turquia e a Rússia. No sábado, os Estados Unidos, a França e o Reino Unido atacaram alvos na Síria, sob o pretexto de se tratar de uma retaliação contra o uso de armas químicas.

O porta voz do Kremlin, Dimitry Peskov, falou sobre esta questão.

Não é segredo para ninguém que as opiniões de Ancara e Moscovo são diferentes em várias questões. Mas esta situação não impede que continuemos a trocar de opiniões ou a falar sobre as nossas diferenças”.

Peskov acrescentou ainda que “o mais importante é que estas diferenças não se reflitam negativamente nos grandes projetos económicos e de desenvolvimento, nem no desenvolvimento de outros projetos de colaboração”.

Mevlut Çavusoglu, o ministro turco dos Negócios Estrangeiros, também já tinha comentado a afirmação de Macron, durante uma conferência de imprensa conjunta com o secretário geral da NATO, Jens Stoltenberg:

“Podemos ter opiniões diferentes, mas as nossas relações com a Rússia não se vão romper por causa das palavras de Macron” – disse Çavusoglu.


Etiquetas: Síria , Peskov , Turquia , Rússia

Notícias relacionadas