A Administração Regional Curda do Iraque se esforçará para expulsar o PKK da região

"A presença do PKK na região nunca esteve com a vontade do apoio do povo do IKBY e do governo"

A Administração Regional Curda do Iraque se esforçará para expulsar o PKK da região

O porta-voz do governo da Administração Regional Curda do Iraque (IKBY, por suas siglas em turco), Safin Dizayi, afirmou que vão mostrar todos os esforços para expulsar a organização terrorista separatista (PKK) da região.

Dizayi disse que a presença nas regiões fronteiriças do PKK é baseada no período do antigo regime iraquiano. Dizayi lembrou que a organização, depois de iniciar suas atividades na Síria, foi estabelecida nos atuais territórios ocupados no Iraque durante o regime de Baas, pela primeira vez na década de 1980.

"A presença do PKK na região nunca esteve com a disposição do apoio do povo do IKBY e do governo", afirmou.

Dizayi disse que o PKK estava localizado nos territórios acima mencionados sem a aprovação de ninguém e acrescentou que vão mostrar todos os seus esforços para a saída da organização da região.

Dizayi ressaltou que as áreas habitacionais civis foram despejadas pela ocupação da organização.

"Sua presença não é reconhecida por ninguém. Não se pode levar o serviço para 300 cidades ocupadas devido à presença do PKK", disse.

Dizayi se mostrou contrário a que o PKK e os grupos da oposição para lançar quaisquer ataques contra a Turquia ou o Irã das regiões fronteiriças e reiterou que a organização em questão deve retirar-se da região mais rapidamente possível.

O Irã grupo de oposição PKK e as regiões fronteiriças turcas disseram que são contra qualquer ataque ou fazer Dezayee Irã, reiterando que a organização em questão deve retirar-se da região um momento atrás.

Dizayi expressou que as relações entre a Turquia e o IKBY não foram quebradas.

"Mesmo no período em que há problemas, a Turquia não fechou as passagens de fronteira e as válvulas de petróleo, o que é algo satisfatório para nós" disse.

Dizayi salientou que é possível que todos os problemas sejm resolvidos através do diálogo e das negociações e espera que a visita do primeiro-ministro IKBY, Nechirvan Barzani, na capital turca de Ancara, a convite oficial do presidente Recep Tayyip Erdogan, contribuiu para o fortalecimento das relações bilaterais.



Notícias relacionadas