Alemanha extraditou diplomata iraniano para a Bélgica

Assadollah Assadi é acusado de estar envolvido em um plano para atacar grupos de oposição iranianos.

Alemanha extraditou diplomata iraniano para a Bélgica

Um diplomata iraniano suspeito de ajudar a planejar um ataque com explosivos contra dissidentes iranianos na França foi extraditado para a Bélgica, anunciaram autoridades alemãs na quarta-feira.

Assadollah Assadi foi preso no estado da Baviera, na Alemanha, em 1º de julho, depois que um tribunal belga emitiu um mandado de prisão contra ele.

Promotores alemães salientaram que Assadi não pode se beneficiar da imunidade diplomática no país desde que ele foi credenciado na vizinha Áustria e estava de férias na Alemanha.

Assadi é acusado de fornecer explosivos a um casal que vive na Bélgica para ser usado em um ataque durante uma manifestação da dissidência iraniana na França em 30 de junho.

A polícia belga parou o casal em seu veículo antes que eles pudessem realizar o ataque.

O Irã nega as acusações e insiste que elas são parte de uma campanha para minar seus laços com a Europa. AA



Notícias relacionadas