Análise diária

Continua a luta contra o terrorismo em 2017

Análise diária

Ninguém fala nada e não pode falar, pois não sabe o que está acontecendo...

É preciso entender as dinâmicas políticas globais, regionais e locais para saber o que está acontecendo.

Com a eleição de Donald Trump, parece que estamos vendo uma ruptura no padrão de política externa seguido pelos EUA desde a década de 50.

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Alemanha, Martin Schaefer, afirmou "Acredito que o conflito na Síria não pode ser resolvido sem a restrição das forças de Assad. O porta-voz também indicou que os planos a longo prazo da Alemanha não mudaram e parabenizou a Turquia e a Rússia como garantidores do cessar-fogo na Síria.

Estas são as condições:

Independent (Inglaterra); “A melhor resposta para o ataque terrorista ao Reina, clube noturno em Istambul, é tirar férias na Turquia. A viagem é uma experiência gratificante tanto para o país quanto para os turistas. Todos os anos, milhões de pessoas visitam Istambul e as praias da Turquia, sendo muito baixas as chances de se deparar em uma situação de perigo”...

Times: O Ocidente deve dar todo o apoio possível á Turquia. Dessa forma, a mensagem que é dada é de que Ancara pode estar á frente das negociações de paz, com a Turquia representando o Ocidente. Os países do Ocidente devem compartilhar com a Turquia todas as informações de inteligência a respeito do DAESH.” (02/01)

O presidente francês Hollande, que visitou o Iraque, afirmou: "Apóio à luta contra o terrorismo, pois ela ajuda a prevenir ataques na França. Enquanto eles se preparam para nos atacar, nós também lutaremos contra eles, como uma luta de todos. Somos a favor de uma solução política para a crise na Síria.” (02/01, Sputnik.)

Com essa afirmação, Paris se colocou ao lado também da Operação Escudo Eufrates, como a luta de todos, de Paris a Bagdá, buscando que em breve haja uma resolução para o problema na Síria.

Da mesma forma, o premiê turco, Binali Yildirim, visitou o Iraque e afirmou a eficácia da política externa turca...

A Síria espera esta visita a Bagdá com ansiedade! O encontro do presidente iraquiano com o presidente francês é um símbolo disto; "O ataque á Istambul e outras partes do mundo foi executado por uma organização terrorista global"...

E o que eles dizem sobre o destino das organizações terroristas; "Não vamos aceitar o uso, por parte do PKK, do território iraquiano para executar ataques contra a Turquia!"

Falando em Bagdá ...

O presidente iraniano Hassan Rohani afirmou: “Vimos um triste acontecimento em Istambul. Este evento, é a demonstração de que o terrorismo é como um vírus, que enquanto não for eliminado, continuará trazendo dor a muitos de nós. As alegações de que o Irã não participou do acordo de cessar-fogo concordado entre Síria, Turquia e Rússia, não são verdadeiras. Em todo o tempo, o Irã através de sua luta e diplomacia, tem desempenhado um papel ativo contra o terrorismo".

Na terça-feira passada (03/01) na reunião do parlamento, o Primeiro-Ministro Binali Yildirim discursou: "Que Donald Trump dê um fim ao modelo de administração de Obama. Contudo, se ele não o fizer, nós continuaremos seguindo nosso caminho"...

A questão é a seguinte; Que os EUA/Ocidente não cometa os mesmos erros.

É o que Ancara concorda.



Notícias relacionadas