Kenan Sofuoglu conta os dias para a sua recuperação o mais rapidamente possível

O motociclista turco sofreu um acidente que lhe causou lesões graves nas costas.

Kenan Sofuoglu conta os dias para a sua recuperação o mais rapidamente possível

Nos primeiros dias de outono começa a transição para os pavilhões desportivos para se assistir aos desportos de inverno. Com os destaques do mundo desportivo a virarem-se para os desportos de sala fechada, os fãs do desporto vivem o entusiasmo do voleibol e do basquetebol.

Em Bacu, a capital do Azerbaijão, disputou-se o Campeonato da Europa de Voleibol Feminino. Na final, a Sérvia venceu a Holanda por 3-1, e sagrou-se campeã europeia. A Turquia saiu desta competição na terceira posição, depois de vencer a equipa da casa, o Azerbaijão, no jogo a contar para a definição do 3º lugar. Nesta competição, a Turquia perdeu apenas para a Sérvia, nas meias finais, com a equipa que viria a ser campeã.

Dos pavilhões passamos agora para as pistas, para falar da reta final do campeonato mundial de Fórmula 1. Faltam apenas 5 corridas para o final da temporada e aproxima-se a hora da verdade para saber quem será o novo campeão. Os principais candidatos à vitória dão agora o tudo por tudo para chegar à liderança. Na 15ª corrida desta temporada, disputada na Malásia no estado de Selegor, o piloto holandês Max Verstappen saiu vencedor, depois de terminar a corrida com o tempo de 1 hora, 30 minutos, 1 segundo e 29 centésimos, numa prova disputada ao longo de 56 voltas no circuito internacional de Sepang, com 5 543 metros de extensão.

Verstappen, que disputou a corrida no dia em que celebrava o seu 20º aniversário, deixou Lewis Hamilton para trás à quarta volta, e nunca mais deixou a liderança da prova até ao final. Na Malásia, Verstappen venceu a segunda corrida da sua carreira. O líder do campeonato de Fórmula 1, Lewis Hamilton, terminou o Grande Prémio da Malásia na 2ª posição. No último lugar do pódio ficou Daniel Ricciardo. Depois da 15ª prova da temporada, e com apenas 5 corridas por disputar até ao final, Lewis Hamilton lidera o campeonato de pilotos com 281 pontos. Na segunda posição continua Sebastian Vettel com 247 pontos e o terceiro é o finlandês Valtteri Botas. Já sem hipóteses de ser campeão, na quarta posição está Daniel Ricciardo com 177 pontos e o quinto é Kimi Raikkonen, com apenas 138 pontos. A 16ª corrida da temporada terá lugar no dia 8 de outubro, no Japão.

Todos os desportos têm alguns riscos para os atletas e os desportistas sabem-no bem. Mas isso não os impede de darem o seu melhor nas respetivas carreiras. Os desportos motorizados são os mais perigosos de todos. O mais recente exemplo disto mesmo é Kenan Sofuoglu, que sofreu várias lesões com alguma gravidade nas costas e na bacia, devido a um acidente na 10ª corrida do Campeonato do Mundo de Supersport. Sofuoglu ficará afastado dos circuitos durante algum tempo, enquanto recupera e tentar melhorar o suficiente na expetativa de poder disputar o Grande Prémio de Espanha, que se disputa daqui a 3 semanas.

A 10ª corrida desta temporada, na qual Sofuoglu sofreu um acidente, foi ganha por Niki Tuuli. O piloto finlandês impôs-se a todos os outros no circuito de Nevers Magny-Cours, nos arredores de Paris. Nesta corrida, disputada numa pista com 4 411 metros de extensão, Niki Tuuli terminou à frente de Federico Caricasulo – o segundo classificado. O terceiro foi Patrick Jacobsen. Na classificação geral, depois da prova francesa o campeonato de Supersport é liderado por Lucas Mahias, que a correr em casa terminou numa modesta 10ª posição, um lugar a que acedeu depois do grave acidente de Kenan Sofuoglu. Mahias lidera o campeonato com 154 pontos, à frente de Kenan Sofuoglu, o segundo classificado, com 145 pontos. Sheridan Morais é o terceiro com 122 pontos, Jules Cluzel segue na quarta posição com 115 pontos e Patrick Jacobsen é o quinto com 95 pontos.

As lesões afetam também outro motociclista turco. Toprak Razgatlioglu lesionou-se durante um treino e os médicos não permitiram que continuasse a correr depois de identificada uma lesão grave no ombro. Razgatlioglu ocupa atualmente a 2ª posição do Campeonato Europeu de Superstock 1 000.

Do alcatrão vamos agora para os campos verdejantes, para falar sobre golfe. Há um ditado que diz “não devemos dizer que temos, mas sim que teremos”. O golfista Tiger Woods é o melhor exemplo disto mesmo. Enquanto desportista que mais campeonatos venceu, com um total de 14, Woods ocupa agora uma modestíssima posição no ranking do golfe, tendo saído dos primeiros 500 no ranking mundial. O seu futuro na modalidade está por isso em causa. Woods é afetado por insónias e dores nas costas e foi operado em abril. Os problemas de Tiger Woods incluem também ter sido preso no dia 29 de maio por conduzir alcoolizado.

Damos agora uma notícia sobre o mundo do halterofilismo, uma modalidade particularmente afetada pelo doping. Os países com mais atletas apanhados nas malhas do controlo anti-doping, vão ser afastados das competições internacionais por um ano. A Federação Internacional de Halterofilismo sancionou com uma suspensão os países com pelo menos 3 atletas dopados nos jogos olímpicos de 2 008 e de 2 012. Esta sanção afeta um total de 8 países, entre eles a Turquia.

E terminamos o programa de hoje a falar sobre o Campeonato Europeu de Futebol para Amputados, que se disputou em Istambul. A prova começou com uma fase de grupos, em que no Grupo A jogaram a Turquia, a Espanha, a Alemanha e a Geórgia. No Grupo B jogaram a Polónia, a França, a Itália e a Bélgica. E no Grupo C mediram forças a Rússia, o Reino Unido, a Irlanda e a Grécia. A competição acabaria por ser ganha pela Turquia, que a jogar em casa não desperdiçou a oportunidade e tornou-se campeã da Europa.

Termina por aqui o programa de hoje, mas nunca acabará o Desporto Mundial…

Este programa foi escrito por Ali Tansu Polatkan



Notícias relacionadas