O Sistema de Incentivos Baseados em Projetos diminuirá o Déficit Atual

Foi anunciado pelo Presidente Erdogan o Sistema de Incentivos baseados em projetos que visa apoiar o aumento dos produtos de alto valor agregado produzidos na Turquia e que irá contribuir em determinadas áreas para reduzir o déficit atual

O Sistema de Incentivos Baseados em Projetos diminuirá o Déficit Atual

ECOPOLÍTİCA 15/2018

Na segunda-feira, foi anunciado pelo Presidente Erdogan o Sistema de Incentivos baseados em projetos que visa apoiar o aumento dos produtos de alto valor agregado produzidos na Turquia e que irá contribuir em determinadas áreas para reduzir o déficit atual, será disponibilizado para os projetos, um pacote de incentivos num total de 135 bilhões. Na economia, enquanto se apoia a produção de produtos de alta tecnologia, veremos como os detalhes desse sistema contribuirá positivamente para os mercados de trabalho em termos de emprego.

Apresentamos a análise do Prof. Dr. Erdal Tanas KARAGÖL do Departamento de Economia da Faculdade de Ciências Políticas da Universidade de Yildirim Beyazit.

Os incentivos baseados em projetos reduzem a dependência externa da Turquia, diminuindo o déficit atual, aumentando a produção de produtos de alto valor agregado e impulsiona a pesquisa e o desenvolvimento. Neste contexto, a Turquia por um lado, com mecanismos especiais de apoio, mediante o alto nível de investimento, tem o objetivo de aumentar a produção enquanto que por outro lado, esse aumento produzirá particularmente produtos de alto valor agregado.

O Sistema de Incentivos baseados em Projetos possui um apoio fiscal classificado de acordo com a os tópicos a seguir: apoio ao emprego, apoio financeiro e apoio relacionado ao lugar de investimento. Entre os incentivos fiscais encontram-se a isenção do imposto alfandegário, a isenção do KDV, o apoio por até 10 anos do prêmio de seguro ao empregador sensível, o apoio à retenção do imposto de renda por 10 anos e o suporte de pessoal qualificado.

No que diz respeito ao financiamento, o apoio energético está na vanguarda, com as despesas de consumo de energia cotadas em mais de 50%, num período de 10 anos. Por outro lado, é importante ressaltar que caso seja necessário, será fornecido o apoio de infra-estrutura, bem como um apoio em forma de retribuição do valor do local de investimento por um período de 49 anos. Novamente, faz-se necessário salientar que certamente existem muitos outros tipos de apoio relacionados aos incentivos acima que ainda não foram citados.

Para quais empresas e projetos esses incentivos serão dados? Esses incentivos serão concedidos a 23 projetos pertencentes a 19 empresas. Também precisamos de dizer que essas empresas e projetos foram escolhidos de forma estratégica de acordo com os setores.  Especialmemte, a seleção de setores como a petroquímica, a indústria de defesa, os sistemas de transporte, as tecnologias de energia, a aviação e o espaço tem como objetivo o investimento em larga escala, proporcionando um maior desenvolvimento dessas áreas, facilitando os investimentos fiscais, financeiros e de emprego.

No entanto, é necessário chamar a atenção para o ponto mais importante que consiste em qual será a proporção que esses incentivos irão refletir na economia da Turquia. Como é sabido, a economia da Turquia no final do ano de 2017, alcançou em exportações um valor de 157 bilhões de dólares. Para os próximos anos, a meta de exportação é naturalmente superior a esse valor. Os Incentivos Baseados em Projetos têm um papel muito importante nessa temática, de forma a continuar esse aumento junto a essa performance de sucesso.

Com o Sistema de Incentivos Baseados em Projetos, o objetivo é alcançar um crescimento de aproximadamente 6 bilhões de dólares em exportações. Ao mesmo tempo, espera-se que as importações tenham um efeito de redução de 12 bilhões de dólares e, portanto, uma diminuição de 19 bilhões de dólares no déficit atual. Com os Incentivos baseados em Projetos, todos esses números são passos muito concretos para o caminho da redução do déficit que é a maior meta da economia da Turquia.

Por outro lado, estes investimentos, que fornecem apoio, seguramente possuem uma perspectiva relacionada ao emprego. Os Incentivos baseados em projetos mostraram um efeito positivo desse suporte sobre o mercado de trabalho compreendendo a geração de aproximadamente 34 mil empregos diretos e 134 mil indiretos.

Nos dias de hoje, em um mundo de alta tecnologia e com uma velocidade muito rápida, não é possível que a Turquia fique longe desse desenvolvimento na economia perdendo essa aceleração do crescimento. De forma especial, nos desenvolvimentos vivenciados na exportação de produtos de alta e média tecnologia, a Turquia conseguirá alcançar uma posição mais competitiva dentro da economia global.

Neste contexto, o Sistema de Incentivos Baseados em Projetos, que será implementado totalmente dentro do prazo, contando com uma estrutura que apoiará as exportações de produtos de alta tecnologia, será a força principal, tanto na redução do déficit atual da Turquia, como apresentando uma performance mais competitiva dentro da economia global.

Podemos seguramente dizer que estamos dando os passos corretos para atingir as metas de crescimento tendo em vista os números do elevado desenvolvimento baseado nas exportações e os investimentos na  economia da Turquia , que na verdade pode continuar a crescer com este pacote de incentivos e que também apoiará a geração de emprego.

Esta foi análise do Prof. Dr. Erdal Tanas KARAGÖL do Departamento de Economia da Faculdade de Ciências Políticas da Universidade de Yildirim Beyazit.



Notícias relacionadas