Revista de Imprensa Internacional: 12.02.2019

Aqui ficam algumas das notícias mais destacadas de hoje sobre o mundo e a Turquia na imprensa internacional:

Revista de Imprensa Internacional: 12.02.2019

Países Árabes

Al Hayat (Líbano): “Rússia e Turquia acordaram em garantir a segurança em Idlib antes da cimeira de Sochi”

Al Raya Al Qataria (Qatar): “O ministro dos Negócios Estrangeiros do Bahrein transmitiu a Israel o desejo do rei de normalizar as relações entre os dois países”

 

Países de Língua Espanhola

El País (Espanha): “A polícia alerta para o risco de confrontos entre grupos de sinal contrário. O Ministério do Interior alertou, num relatório recente, sobre a possibilidade de confrontos entre grupos de sinal contrário nas imediações do Supremo Tribunal, durante o julgamento contra os líderes secessionistas que começa esta terça feira”

La Tercera (Chile): “Chile recupera terreno no mercado mundial do cobre depois de registar um recorde de produção em 2 018”

El Universal (México): “Libertados 43 mexicanos no Canadá que eram mantidos como escravos modernos”

 

França

Le Monde: “12 feridos na colisão de dois elétricos em Hauts-de-Seine (nos arredores de Paris”

Le Figaro: “Ataques anti-semíticos aumentaram 74% em França em 2 018”

Le Parisién: “A lei das escolas obriga a que sejam içadas as bandeiras de França e da Europa”

 

Alemanha

DW: “Inimigos eternos: Israel avisa o Irão sobre um ataque”

Bild: “O novo filme de Fatih Akin: “Luva de Ouro” – deverão as mulheres ver este filme?”

Handelsblatt: “Kramp-Karrenbauer, a presidente da CDU no governo, está a favor de medidas para encerrar a fronteira mas diz que a medida deve ser praticada com equilíbrio entre humanidade e dureza”

 

Rússia

RIA Novosti: “Rússia e Turquia sublinham a importância de combater as ameaças de segurança em Idlib. Os ministros da Defesa dos dois países anunciaram que farão o necessário para dar contas das ameaças e garantir a segurança na zona desmilitarizada em Idlib”

Izvestia: “O ministério dos Negócios Estrangeiros da Rússia considera que ainda é cedo para anunciar a retirada da OPCW”

TASS: “Ministério japonês dos Negócios Estrangeiros: o acordo de paz com a Rússia inclui também o pagamento de indemnizações militares por parte dos russos”

 

Países Lusófonos

Folha de S. Paulo (Brasil): “Venezuela: opositores de Maduro planejam entrada simultânea de ajuda por Colômbia, Brasil e mar. Governo vetou entrada de mantimentos”

Público (Portugal): “Maduro pede apoio à OPEP e recebe silêncio. Organização de países exportadores de petróleo diz que não reage a acontecimentos de política internacional e recusou-se a emitir um comunicado oficial em resposta ao Presidente venezuelano”

O País (Moçambique): “Processo de instalação de novos órgãos de direcção gera conflitos na Renamo. O processo de instalação de novos órgãos de direcção da Renamo em Sofala, está a gerar um mal estar no seio desta formação política”



Notícias relacionadas