Revista de imprensa turca: 14.11.2017

Eis os temas hoje em destaque nos principais jornais da Turquia:

Revista de imprensa turca: 14.11.2017

Haber Turk: “Acordo em relação a uma solução política”

O presidente turco Recep Tayyip Erdogan e o seu homólogo russo, Vladimir Putin, abordaram a questão síria na cidade russa de Sochi. Ambos os líderes deram mensagens sobre a solução do conflito:

“Tivemos a oportunidade de avaliar os últimos desenvolvimentos sobre o conflito sírio. Estamos de acordo em formar uma plataforma para nos focarmos numa solução política” – afirmou o presidente Erdogan. Por seu turno, Putin afirmou que “estamos de acordo com o presidente turco em aumentar o apoio dado a uma solução política na Síria”.

 

Star: “Primeiro ministro Binali Yildirim falou por telefone com o primeiro vice-presidente do Irão, Ishaq Jahangiri”

O primeiro ministro Binali Yildirim transmitiu as suas condolências ao governo iraniano, pelas vítimas civis do terramoto que ocorreu numa zona da fronteira entre o Irão e o Iraque. Os votos de pesar foram passados durante uma conversa por telefone com Jahangiri.

Segundo informou o Gabinete do Primeiro Ministro, Yildirim disse durante essa conversa que está ao lado do povo iraniano neste momento difícil e que a Turquia está disposta a ajudar a curar as feridas se for necessário. Jahangiri agradeceu a Yildirim pelo seu telefonema e indicou que pedirá ajuda à Turquia se for necessário.

 

Hurriyet: “Já foram identificados os países que irão dominar o mundo em 2 050! A Turquia deixa os gigantes para trás”

A empresa Price Waterhouse Coopers (PWC), que presta serviços de auditoria e consultoria fiscal, divulgou as suas previsões sobre as economias mais poderosas do mundo em 2 050. Segundo a análise feita com base no poder de compra, a Turquia poderá figurar entre as 10 maiores economias do mundo em 2 050, deixando para trás muitos países europeus com o seu desempenho económico.

Os países ocidentais que dominam o mundo em 2 017, estarão mais frágeis em 2 050 devido ao seu fraco crescimento e às baixas taxas de natalidade.

 

Sabah: “Barclays sobe as suas previsões de crescimento para a Turquia”

O banco Barclays, uma importante empresa de serviços financeiros com sede em Londres, que opera no setor bancário e financeiro na Europa, Ásia, África e Estados Unidos num total de cerca de 60 países há 300 anos, e que é também patrocinador da Premier League, reviu em alta as suas previsões de crescimento para a economia turca em 2 017 e 2 018. O Barclays indicou que a economia turca atingiu uma forte tendência de crescimento, graças aos apoios dados pelo governo à emissão de crédito e à subida das exportações. O Barclays subiu de 5,2% para 5,9% as suas previsões de crescimento do PIB turco para 2 017, e reviu também em alta as suas previsões para 2 018 de 3,8% para 4,1%.

 

Vatan: “A herança de Ata”

O navio a vapor “Kartal II”, a partir do qual o veterano Mustafa Kemal Ataturk deu o primeiro sinal para a Guerra de Independência da Turquia dizendo “irão como vieram”- quando viu os barcos invasores no Bósforo a 13 de novembro de 1 918 – será transformado num museu. O navio a vapor, que foi recuperado depois de ter sido descoberto devido aos estudos do contra-almirante na reserva Cem Gurdeniz, será restaurado dentro de um ano. O museu vai ser inaugurado no centenário da declaração desta frase por Ataturk.



Notícias relacionadas