PYD atacou o exército turco em Idlib, na Síria

Os terroristas do grupo terrorista lançaram 5 morteiros contra a zona envolvente do posto de observação de Daret Izze, na zona de Afrin em Alepo.

PYD atacou o exército turco em Idlib, na Síria

O PYD – a ramificação na Síria do grupo terrorista separatista PKK – que se aninhou na região de Afrin próxima da fronteira sírio-turca, atacou as forças armadas turcas com morteiros. As tropas turcas estão naquela região para reduzir a tensão em Idlib.

Os terroristas do grupo terrorista lançaram 5 morteiros contra a zona envolvente do posto de observação de Daret Izze, na zona de Afrin em Alepo. A informação foi avançada pelos correspondentes da Agência Anatólia em Idlib.

Um dos morteiros caiu a cerca de 100 metros de um posto de observação na região da Fortaleza de Samaan, em Daret Izze. Os outros morteiros caíram em zonas povoadas civis mas não causaram mortos nem feridos. As forças armadas turcas responderam com fogo ao ataque do grupo terrorista.

No âmbito do Acordo de Astana assinado entre a Turquia, a Rússia e o Irão, as forças armadas turcas iniciaram um processo de transição na região a 12 de outubro, para controlar a implementação do cessar-fogo na região de Idlib. No total, a Turquia deverá criar 12 pontos de observação na região de Idlib.



Notícias relacionadas