Erdogan e o Papa Francisco tratam a escalada de tensão em Gaza em conversa telefônica

Erdogan explicou que "a quebra do status quo de Jerusalém, importante para três religiões divinas, é inadmissível"

Erdogan e o Papa Francisco tratam a escalada de tensão em Gaza em conversa telefônica

O Presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, falou por telefone com o Papa Francisco.

Os tópicos da conversa por telefone foram; a situação recente de Jerusalém - uma cidade sagrada para judeus, cristãos e muçulmanos - e a morte de manifestantes civis palestinos em Gaza.

Erdogan explicou que "a quebra do status quo de Jerusalém, importante para três religiões divinas, é inadmissível" e que a morte de civis é uma vergonha como resultado de ataques desumanos contra os palestinos sem defesa.

"Como presidente rotativa, a Turquia está convocando uma cúpula extraordinária da Organização para a Cooperação Islâmica em Istambul em 18 de maio. O acompanhamento da questão perante as Nações Unidas é particularmente importante ", acrescentou o presidente.

Por sua vez, o Papa Francisco declarou-se profundamente chocado com os incidentes e salientou que a solução com dois estados em que Jerusalém tem um status especial é um requisito para a paz.

O papa disse que é inaceitável que pessoas inocentes sejam atacadas e que o público internacional deve fazer o que for necessário no âmbito da ONU.

O líder espiritual do mundo católico transmitiu a Erdogan seus melhores desejos para o início do mês sagrado do Ramadã.



Notícias relacionadas