Pelo menos 64 imigrantes morreram num naufrágio no Mediterrâneo

Um barco com refugiados que partiu da Líbia rumo à Europa, naufragou e fez 64 mortos esta semana.

Pelo menos 64 imigrantes morreram num naufrágio no Mediterrâneo

A Organização Internacional para as Migrações (OIM), anunciou que 64 imigrantes morreram afogados quando o seu barco de borracha naufragou. A embarcação transportava 150 imigrantes ilegais e fazia a travessia entre a Líbia e a Itália no Mediterrâneo.

Flavio di Giacomo, o porta-voz da OIM em Itália, afirmou que “segundo os relatos das pessoas que foram resgatadas e levadas para o porto de Catânia, na ilha italiana da Sicília, foram salvas 86 pessoas e só foi possível recuperar 8 cadávares. Há ainda 56 corpos desaparecidos”.

Este foi até agora o incidente com mais vítimas mortais este ano no Mediterrâneo.

Segundo os últimos dados da Organização Internacional para as Migrações, no ano passado chegaram à Europa 171 mil imigrantes africanos, através das perigosas rotas do Mediterrâneo. Este número é 53% inferior ao registado em 2 016. 3 116 pessoas morreram afogadas no Mediterrâneo durante a travessia.



Notícias relacionadas